Seguidores

10.8.14

Mudanças.....

Isto aqui vai passar por uma transformação tão radical!!!...Só preciso de tempo pra por em prática, rsrsrsss

Até a qq hora,  amigos!



4.11.13

Todos os lados de uma mesma via!

all rights reserved






Frustrante é  esperar entendimento  de algo quando  se propõe um novo olhar....o condicionamento  costuma ser  uma arma de auto destruição das massas. Interessa em muito   aos poderosos que nos oferecem pão e circo  com o fim de  desviar a nossa atenção do que realmente vale a pena....O exercício do pensar, do renovar o olhar é tão custoso que gera muito conflito. Todos  por pura acomodação.

Há um prazer mórbido em fazer juízos de valor, em xingar  grupos e pessoas, em  se eleger  alvos de críticas para que  desta forma seja  possível  aliviar  nossa ira contida, nossa omissão politicamente incorreta, morna e acovardada. E, sobretudo, para encobrir  nossa aversão ao reconhecimento que somos todos um só, igualmente responsáveis por tudo o que  ocorre nesta sociedade.

Afinal, todos os dias nos deixamos ser  pichados, agredidos, violentados, explorados, depredados.....Nossa postura em delegar aos políticos , governantes e grandes empresários as soluções que desejamos que aconteçam,  nos tornam  cúmplices dos  atos de vandalismos , depredações, crimes banais, crimes hediondos, etc.
Somos  ociosos demais, lentos  demais, crédulos demais....Pagamos  o preço  de nossos equívocos, e ainda assim resistimos em  reconhecer   nossa submissão, e  ao que nos oferecemos diariamente -   permanecer  massa de manobra e  co-autores do caos reinante. 

Não é nas urnas que tudo  vai se modificar. Urna é um recipiente  fechado, limitado,  que esconde o que contém......É  na atitude individual do nosso cotidiano. É se propondo  ética e generosidade, se propondo colaboração e  retidão  ,  até que  o olhar seja refinado  e  o entendimento  das coisa  com seus muitos lados,  nomes e seus lugares  sejam corretamente  identificados.  Para isto basta abrir a mente,  o entendimento e  o coração. Abandonar  o juízo de valor e abraçar a generosidade  da compreensão...
Aí,  então, as mudanças acontecerão!

Intervenções....


Para tudo neste vida se faz necessário  o olhar espacial, que nos da  a intensidade exata de cada fato, de cada gesto, de cada ato!




Esta foto é uma intervenção artística  pública.


O picho é também  uma intervenção pública. Pública, de cunho social.
Toda intervenção é provocadora!

A primeira  desencadeou  a segunda. ..

Dois fatos , aparentemente desassociados  entre si,  na verdade se somam  e se completam.
Ambos  expressam a  intenção real de seus autores , pois  somadas,   revelam uma terceira realidade .
Ou seja, a  primeira  carrega um valor e uma  intenção. A segunda carrega outro valor e outra intenção. Juntas denunciam  de forma eficiente  a realidade a ser  expressada.

O picho é um grito de socorro em qualquer   parede . ainda que seus autores sequer  percebam  os símbolos de suas atitudes.  

Estes jovens  que  ‘rabiscam’   os espaços mais inusitados da cidade   expressam  a condição  de nossa sociedade  cujo sistema  gera   carência  e abandono.  Esses garotos são   radicalmente   combatidos  por ‘sujar ‘ o patrimônio  alheio,  quando   este ato é muito mais do que  o simples vandalismo....

O pai  ausente que nada oferece a seus filhos os castiga  vorazmente por nada terem aprendido.  Um contra senso absoluto!   Se estes jovens recebem violência e abandono não podem   apresentar  outro comportamento.

Diante do fato social, a intervenção artística se torna vulnerável a interferências,  o que  vai torna-la  muito mais viva!   

Esta foto específica,  é um  atestado de  autenticidade que  reflete a verdade das ruas e da sociedade  que construímos para todos nós -   O Abandono ( imagem dos fotografados) e  O Vandalismo ( imagem do picho) .

Então, que se entenda que a foto pichada  está perfeita  e  autêntica. E a  que  mais conteúdo oferece ! Perto dela, as outras  fotos do projeto  que  foram  preservadas  estão nuas, caladas, inacabadas.

Arte é coisa viva.....
A obra , ao deixar o ateliê  passa  por   olhares diversos. ....Já não é patrimônio  de seus autores.....  Já não mostra  o pensamento original  de seus criadores.
Depois de concebida  e realizada , tem vida  própria!  Nenhuma obra de arte  tem um fim em si mesma, ou  uma única mensagem, ou uma única intenção, ou uma única avaliação.....Ela se reinventa  naturalmente através do olhar de quem as contempla. 
A obra  de arte se mostra  à  interpretação alheia e se veste de novos entendimentos.






23.5.13

Boas Notícias!

Hoje  tenho duas divulgações bacanas pra vcs , fãs da locução publicitária, do Clube da Voz e de nós todos -

Meu amigo e competente profissional, Nelson Gomes vai ter uma coluna diária  durante a programação da BandNews TV- vejam o releese que ele nos enviou...


"Boas Notícias", com Nelson Gomes

A coluna diária, âncorada pelo jornalista Nelson Gomes, tem o propósito de apresentar um olhar inovador aos fatos cotidianos. Sem deixar de lado a credibilidade e o compromisso com a informação, a coluna "Boas Notícias" traz em sua concepção fatos nacionais e internacionais que tragam um respiro à aridez do dia a dia. Transitando pelas editorias de saúde, economia, educação, sustentabilidade, música, entre outras, a coluna - com duração de aproximadamente dois minutos - é veiculada nos breaks do canal.



A  outra notícia  super especial é a  publicação  da  revista  Sound on Sound 
homenageando os Vinte Anos de Clube da Voz  onde dou um pequeno depoimento juntamente com outros associados.



28.3.13

Olavo Bilac até no Facebook?!!!!!



Ora  direis ouvir Estrelas...?  
Por acaso, perdeste o senso?!! 
( Olavo Bilac)

All rights reserved

A Ilusão é uma arma mortal ...Nos agarramos a ela com tal voracidade que nos transformamos em feras dilacerantes quando nos deparamos  com  as mãos que se oferecem  para  retirar os Véus de Maia de nossos olhos! 

Há quem se permita, inclusive,   denegrir  publicamente, a imagem e reputação das mãos   que ousaram  oferecer a  Luz da Verdade, discretamente, in box.

A verdade desbota o brilho das estrelas! 
A astronomia nos revela que estrelas cadentes são pequenos meteoros que explodem ao contato com nossa atmosfera. E nós vivemos em uma atmosfera de Verdades.
Há outras estrelas,  que descobrimos através da astronomia, não possuírem  massa física.  São feitas de  gazes!
Gerando ilusões, as estrelas se movem em suas esferas, longe da realidade dos simples mortais.
Ah,e  como brilham os corpos celestes na distancia de nossos corpos terrenos....
Como são belas e reluzentes as imagens que contemplamos  a distancia, sem a  menor noção do que são, realmente!

Desmascarar uma mentira causa dor...gera lágrimas e ranger de dentes.

Desmascarar uma mentira destrói as confortáveis almofadas da  ilusão! 
É triste, é algo que ninguém quer experienciar. Pode desencadear raiva, ternura,  indignação ou  compaixão!  Pois, enfrentar a perda da ilusão, pode ser uma   prova de   amor! Pode  nos fazer amar ainda mais o objeto nos oferece a  ilusão.

Mas as pessoas  ameaçadas em seus devaneios,  se transformam em grandes  devastadores, levantando dúvidas, difamando e espalhando injúria...
Com uma pesquisa sem esforço, o  Google de todos nós, pode nos mostrar, tanto quanto possível, as realidades espalhadas mundo à fora impressas  em sites e blogs de todos os tipos.
Porém, para  aqueles cuja realidade devasta suas crenças,  preferem  agir como os velhos reis dos tempos de outrora que mandavam matar os portadores das más notícias.
Atitude irracional  que não faz com que a realidade use os trajes da mentira. 
Uma mentira não cabe em nenhuma verdade...!


Viver de ilusão é viver idiotizado!   E quantos de nós  já o fomos , temporariamente?! 
Ninguém está livre de ser envolvido pelas teias  do falso testemunho. 
Porém, divulgar uma mentira é se tornar cúmplice da fraude! E amigos podem nos alertar deste descaminho.

Por outro lado, ouvir vaga-lumes é mais prudente que ouvir estrelas,  porque estes estão bem perto de nós, não param de piscar suas luzes,  são verdadeiros, e iluminam  ainda que por  alguns instantes a escuridão de nossas ilusões...
Que a Páscoa seja o renascimento de nossas consciências!
Sejam todos abençoados. 





25.3.13

REDE TUPI DE TELEVISÃO







All rights reserved


Como já contei aqui  logo no início do blog, fui atriz da TV Tupi de São Paulo na década de setenta.

Há quem duvide...e talvez tenham razões para isso!  Comprovar não é uma tarefa simples, embora as testemunhas deste fato seja muitas!  Afinal, quase uma década! 

 Explico  - em mil novecentos setenta e cinco, depois de uma discussão familiar peguei todos os scripts e documentos, recibos, fotos, etc, e num impulso infantil rasguei tudo e joguei no lixo, virei minha vida  do avesso e fui  fui morar na Bolívia! 
De volta, quase um ano depois  lá fui eu pra Tupi novamente, e então fui contratada para trabalhar da novela   "Papai Coração".

Sei que o fotógrafo da casa, Chiquinho, guarda com ele muitas fotos daqueles tempos e minha disposição é fazer contato para recuperar algumas fotos de cenas das novelas que participei. Eram papéis pequenos, claro! Estava engatinhando na arte de interpretar, e estava em uma emissora de TV, o que era assombroso para a época. 
Fiz uma única peça no teatro amador no Clube Pinheiros , o que não me deu base alguma. E, aqui entre nós, eu permaneci muito insegura, mesmo! 
A pressão em família  era forte, e eu me deixava envolver pelas críticas domésticas. 
Eram críticas a escolha da profissão, não ao trabalho realizado. Mas eram críticas que me deixavam muito mal. No horário da novela todo mundo saia da sala e eu ficava sozinha assistindo e analisando meu trabalho. Era uma tortura psicológica aquela rejeição! Apesar de tudo, continuei  na Taba. 

Fui levada pra tv pelas mãos do Ico, produtor conhecido e querido por todos nas Tvs de São Paulo. 
Ele me "achou" dentro de um estúdio de dublagem , na Odil Fono Brasil, que ficava na rua Petrópolis, bairro no Sumaré. 

 É preciso dizer que antes mesmo de dublar eu já estava no elenco da TV Cultura em sua fase de preparação para a inauguração. 
eu figurava n o elenco fixo do  programa  Perspectiva, escrito e dirigido por Heloiza Castellar...........só depois de uns meses é que fui pra A.I.C. e depois para a Odil Fono Brasil

Foi nesta fase que fiz amizades com pessoas queridas como Deivi Rose, Ivete Bonfá e  Olívia Camargo entre tantas outras pessoas queridas e amadas que , em sua maioria ainda mantém contato comigo.  

Na TV Tupi, então, pelas mãos do Ico, fui participar de uns três capítulos da novela A FABRICA, escrita e dirigida por Geraldo Vietri
 Depois, mais alguns poucos capítulos em "SIMPLESMENTE MARIA" dirigida por Walter Avancini. 
Seguiu-se, então, " O HOSPITAL" direção do Avancini, "O PREÇO DE UM HOMEM" dirigida por Henrique Martins,"A IDADE DO LOBO"  Carlos Zara na direção, "BEL AMY" de novo com Henrique Martins e " PAPAI CORAÇÃO" dirigida pelo  Atílio Ricó. Mas existe uma pergunta que não quer calar -  fui dirigida pelo Edson Braga e não há  como me lembrar em que novela foi!!! 


Ainda  dentro da emissora, aconselhada pelo grande diretor de TV, Luiz Gallon fui assistente do figurinista do Chiquinho Spinosa , na novela Super Plá e em outra ocasião fui fazer pesquisa para um programa jornalístico apresentado por Luciano Ramos, UNIVERSO XXI.

Aliás, cabe comentar aqui a visão do Gallon, que me percebia  imatura  e muito jovem e que  insistia pra eu fazer outros trabalhos dentro da televisão e abandonar a intenção de trabalhar apenas como atriz. 

Atuar pra mim era honrar o enfrentamento que tinha em famíliia  era a causa de tantos aborrecimentos e brigas. e de minha insegurança crônica.

Não percebi o que o Luiz Gallon já tinha percebido - eu era apaixonada por imagem!  Estava sempre lá em cima  no suite master observando como se fazia a Direção de tv ou como se diz hoje em dia, a direção de Imagem, coisa que o  Gallon era mestre, o melhor de seu tempo!

Certa vez, Gallon viu meus desenhos em bico de pena...acho que foi à partir daí sua insistência em me mostrar que havia outras coisas melhores para meus talentos dentro da TV.  E ele estava certíssimo!  Acabei deixando de atuar em tv, segui outros caminhos  e perdi uma  oportunidade única de ter um grande mestre.

Não me lembro por qual razão, uma vez fui convocada a participar da equipe de produção  em  num desfile de carnaval...Só me lembro que eu estava com uma gripe fortíssima, um frebrão danado e quando a Vai-Vai passou pela cabine da emissora eu me emocionei...Levantei do banco onde me encontrava prostrada só pra ver aquela maravilha de perto. Era uma miragem  aquele povo sambando debaixo do meu nariz, e aquela batida da bateria incrível sacudindo minha gripe pra longe! Minha emoção imensa daquele instante está viva em mim, até hoje. 

 Mais tarde, na TV Bandeirantes fui convidada de Geraldo Vietri a participar de vários capítulos  com  papéis variados na séria "D. SANTA", escrita e dirigida por ele. Tinha Nair Belo protagonizando, Claudia Alencar e Hamilton Fernandes entre outros.

 Mais adiante, quando me mudei para o Rio de Janeiro para dublar na Herbert Richers, e  acabei indo pra Globo  participar da segunda fase da  novela "GINA", dirigida por Sergio Mattar. 

Porém, paralelamente a tudo isso, mantive minhas atividades em dublagem. Preferia papéis menores, sem o compromisso  dos  papéis fixos de grande importância. Se aceitasse não  teria tempo pra fazer mais nada.
Até radio novela fiz no estúdio America e na Bandeirantes, não lembro qual produção, mas a gente gravava lá....Enfim,  trabalhei em tantas  coisas, em tantos lugares e com tantas pessoas que  a memória me falta pra dar testemunho  detalhado de tudo....E cá entre nós, eu sempre tive rodinhas nos pés........... Rodinhas nos pés e canetas nas mãos, desenhando todo o tempo que tinha livre. Em outro blog ( www.joferrazartesvisuais.blogspot.com)  conto um pouco mais desta minha faceta  de artista visual, com fotos, lista de exposições, etc. 

Tempos depois decidi me dedicar ao trabalho de locução publicitárias, já iniciado no Rio de Janeiro em 1978.  Depois do sucesso da locução para a campanha de cinco filmes do Guaraná Brahma, para a Deninson do Brasil, dirigidos por Ronaldo Graça  não tive dúvidas que era hora de estacionar   em uma nova atividade que eu dominava naturalmente com desenvoltura e facilidade  e que me era muito confortável. Pousei na propaganda  e lá estou ainda hoje. O mais inacreditável é como consegui me manter neste mercado de locução publicitária há 35 anos! Está certo que sempre com atividades paralelas, mas o foco  nestes anos todos foi a locução. 


Em meio a tudo isto fui  trabalhar em rádio ( Rádio Capital - 1979/1981)  sob a batuta de Hélio Ribeiro e Alexandre Kadunc. 
Ali fui  apresentadora, repórter, pesquisadora, produtora, e ainda escrevia pequenos texto e os  lia ao vivo  na  abertura de um programa que era pura inovação no seu tempo -  Mulheres do Brasil" apresentado  e produzido por Valéria do Amaral e Claudete Troiano

E  como a vida nos ofereço  tempo e espaço, também  dirigi "A SUPER MULHER" ( anos noventa) no teatro, peça escrita e estrelada pela atriz Zezé Bueno,onde  fui responsável pelo cenário e iluminação da peça......e no Centro Cultural São Paulo apresentei  juntamente com a atriz Zezé Bueno um projeto chamado  "Brincando de Teatro" que teve a duração de toda a Semana da Criança, com atividades variadas como  oficinas de máscaras, criação de  objetos de cena com sucatas, exposição de adereços de cena , espetáculo de dança, espetáculo teatral, e uma grande instalação criada por mim com materiais diversos onde eu abordei a plasticidade de materiais recicláveis ao mesmo tempo em que apresentava setores de nosso dia a dia transformados em metalinguagem para  nossa reflexão.

Depois disso criei grupos performáticos, dei aulas de Arte Vocal para vários grupos, aulas de Desenvolvimento da Criatividade ,  até voltar a atuar como atriz em filmes publicitários, em sua maioria para O2!  

E, claro, trabalhar para Fernando Meirelles, ser dirigida por ele, é estar presente em trabalhos fadados a receber prêmio. 
E foi o que aconteceu. Fernando recebeu o prêmio  " OS MELHORES PROFISSIONAIS DO ANO"  de melhor filme e direção pela campanha Ipiranga Atlantic, pela agência Talent,  protagonizados por mim e Silvio Matos ....Uma satisfação! 
Mas, de lá pra cá, muuuuitas coisas novas já foram realizadas. Vai ficar   para uma nova postagem, em um novo capítulo,para  uma outra ocasião.









15.8.12

TARDE DE QUARTA-FEIRA ....















All rights reserved

Tarde de quarta-feira na avenida lotada, movimentada, cheia de gente de um lado pro outro.....Masp com fila pra ver Caravaggio....João Leite Neto atravessando a rua na minha direção...Saudades, abraços,alegria em rever,alegria em viver! 

Paulista, uma muvuca fenomenal, paulistana, sensacional!
Depois do sorvete o celular toca, orçamento, explicações, áudio falhando, muita buzina, gente pra todo lado, andando....".Heim? o que é?Ah, ótimo, topo!! Sei , então tá....! "

Estava tudo certo, mas eu não ouvi direito nem a metade. Era trabalho e isso é quase o quanto basta....outra ligação da moça....alguns detalhes  e eu achei tudo ótimo até que desliguei e a ficha caiu...Não era bem o que eu tinha entendido!! socorrrrrrrooooo, tenho que falar com a moça e refazer toda a proposta novamente. como era o nome dela , mesmo?!....... afff!!!

Celular, avenida Paulista, tarde de quarta,amigas, risos encontros ocasionais,  sol rachando, briza soprando... era uma festa com direito a blusa respingada de calda de chocolate - falar de negócios e  orçamento nestas condições é uma coisa que não fica bem,não combina, não da muito certo, heheheee....
Valeu, foi tudo de bom , apesar da confusão 'celular'.

Vou comer alface a semana toda pra compensar tantas calorias geladas e quentinhas.... e meditar sobre aquele foco de luz incrível que só Caravaggio sabia colocar em suas telas!
















14.8.12

Universo e Encantamento-

All rights reserved

Passamos por vezes por verdadeiros tsunames na vida. Alguns causam uma devastação tão grande que perdemos o contato com nossa verdadeira intimidade, desconectamos de nossa persona,o espelho quebrado não reflete a imagem que buscamos....Então, em algum momento o Universo se move no sentido de colocar tudo em seu lugar original, encaixar as peças da alma, da persona, do espírito, das coisas que no
s pertencem, lugares, emoções, amores, amigos, companheiros desta jornada terrena.
Em junho passado perdi a cópia da minha carteira de identidade...Não sei se foi em uma agência bancária ou na porta do Clube Pinheiros.
Perdi a cópia da minha identidade.... Era uma cópia fiel, perfeita, igualzinha a original, mas era cópia. Valor menor, importância menor, sem validade para as necessidades mais importantes....Era uma cópia que me permitia provar de que eu era eu mesma, e como tal ser reconhecida pela sociedade planetária.
A cópia se perdeu sem que eu pudesse perceber, e fui obrigada a desengavetar a original no momento em que algumas coisas de minha vida original voltam para seus lugares originais -emoções originais, desejos originais, interesses originais, sonhos originais, alegrias originais.....Tudo vai se encaixando para que eu seja devolvida a mim mesma, para a original, a autêntica, inteira, intensa! Algo como voltar para casa, para minha verdadeira casa.
Perdi a cópia para ficar com o original
Corpos cósmicos conversam com nossa mente e é preciso estar atento a este sussurrar imensurável.

Assim, me entrego ao Universo , à sua força gravitacional insuperável e em completo abandono. Não tenho dúvidas do quanto ele se move e conspira em meu benefício!




A realidade é mesmo o que existe fora de nós, fora de nosso olhar, fora de nossos desejos...nada do que temos em nossas mãos é realidade. A realidade   se manifesta em nossas  vidas  depois de mover a Terra em torno do Sol por uma centena de vezes ,  pois é este que potencializa a Vida em nossas vidas!
É em nossas mentes conectadas à Mente Universal  que tudo começa e tudo termina....








17.6.12

Voz padrão para Rolex -


All rights reserved

Quando um cliente me consulta sobre preços de gravação, costumo responder a mensagem com algumas perguntas muito importantes para, só então apresentar orçamento - a maioria responde, mas há quem sequer volta a fazer contato! Atitude muito comum, infelizmente!

Hoje em dia temos uma profusão de profissionais em todas as áreas e milhões de facilidades artificiais que minam nosso mercado de trabalho. O imediatismo de alguns profissionais comprometem as atividades regulares de quem se coloca com seriedade e atenção para o uso de voz em uma peça publicitária. Ou job, na linguagem de mercado.

Deixo claro que cobro pelo uso de voz durante período determinado. Por tanto, não há cachês para gravação e sim para a veiculação do meu trabalho.

Mesma coisa? Nada disso!

É muito diferente focar o lado que exige mais respeito e atenção - o direito de uso de voz, da minha voz.
Isto está preservado em LEI DE DIREITOS AUTORAIS, leis que preservam a criação, direitos de uso de imagem e voz, entre outros.

Faz-se necessário que profissionais que prestam serviço ao mercado de propaganda e marketing estejam muito atentos a estas leis, e se coloquem corretamente para que aborrecimentos e equívocos sejam evitados.

Antes de fechar um negócio esta questão dos DIREITOS precisa ficar muito clara, pois cobrar um ano após da gravação veiculada sem que tenham tido um acordo sobre o tempo de uso de voz, é absolutamente incorreto. Permanece o direito na sua forma legal, mas perde-se por falta de ética em cobrar algo que não foi acordado entre as partes interessadas.




Temos na internet com uma veiculação ampla e de baixo custo.

O valor do cachê para este tipo de mídia não deve ser muito menor que o normal, pois o número de visualizações muitas vezes supera todas as expectativas , ainda que estas não representem vendas do produto. A voz está sendo veiculada, ouvida, e nisto fica estabelecido o DIREITO DE USO DE VOZ.
Um trabalho para internet precisa ter tempo determinado, ou contrato renovável de acordo com a negociação entre o locutor e seus clientes que são as produtoras e/ou as agências de propaganda.

Deixo de gravar sistematicamente por conta de cobrar "tempo determinado"...
O fato de alguns se intimidarem com a palavrinha satânica que é o " contrato" demostra insegurança ou imaturidade.




Ora, tenho um contrato com uma agência de propaganda multinacional há mais de três anos para que minhas gravações permaneçam no site oficial da Rolex para o idioma português.
O que prova que clientes sérios e seguros não temem contratos, e os honram com a maior dignidade!


Voz Oficial da Linha Amarela do Metrô


All rights reserved


Agora é oficial...todos os serviços de voz nas estações da Linha Amarela do Metrô de São Paulo são gravadas por mim, Joferraz, ArteVocal para locuções publicitárias, desde 1978.

Conheça meu trabalho em www.clubedavoz.com.br/joferraz
Contatos  - joferrazvoz@uol.com.br




25.1.12

Para minha São Paulo ...




All rights reserved

Minha São Paulo, um concreto armado, erguido, levantado, altivo, caótico e organizado.

Minha São Paulo é coisa de gente, de criatura exigente , de pernas que andam pra frente.

Minha São Paulo é força tarefa, é nó em pingo dágua, é loucura de pedra, é cultura de baciada.

Minha São Paulo é pássaro e motor, é cimento e flor, é azul e sem cor, é o amor de quem conheceu fome e dor.

Símbolo de São Paulo devia ser o sanhaço azul - uma ave acinzentada que guarda suas cores nas asas quando permanecem discretamente fechadas.



Sou paulistana, filha de paulistanos,e esta cidade é meu berço, meu terço e meu recomeço.

Fui do Movimento Bandeirante quando adolescente e artista multi mídia quando me reconheci gente.

Sou semente deste mundaréu de costumes e hábitos que aqui se instalam vindos de toda parte e de todas as vertentes.

Texto de Joferraz, autora deste blog.

29.9.11

CHICO PINHEIRO- BOM DIA BRASIL




A manhã pede sons mais serenos para se ouvir os pássaros, o riso das crianças na escola, a preguiça do gato, os lambeijos do cachorro, sons de talheres na cozinha...No ar, aquele cheirinho de leite fervido, café passando na cafeteria, manteiga derretida nas torradas quentinhas, geleia brilhando na mesa.
Lá fora o sol exuberante, ainda morno entrando por todas as frestas da persiana, pelas fibras da cortina, iluminando as flores da janela...



All rights reserved

Então, Chico, por favor,não anuncie a hora como se fosse um despertador... Baixe o tom pra Renata continuar tão intimista como sempre foi.
Hoje notei ela tentando se adaptar à vc, qd o contrário deveria acontecer.
Eu sei, eu sei, vc está chegando agora....Vou esperar com calma sua competência de sempre, seu sorriso largo, gostoso e camarada, sua voz bonita,sua inteligência,seus comentários pertinentes e tudo de bom que vc tem para nos dar. Mas pela manhã, hora sagrada de todos os mortais, chegue mais devagar, baixe o tom, a energia.
Vamos esperar vc se adaptar. Mas não demore muito. Precisamos continuar a receber as péssimas noticias daquela forma mais amena, com o cuidado dos amigos em não nos alarmar.
Bom dia pra vc tb!


22.7.11

A oquidão que nos move- O filme.




All rights reserved

Sentada na poltrona e muito interessada em ver filme nacional, me desapontei. naquele filme não localizei conteúdo, argumento, script, propósito e público alvo. Acabei, sim, transportada para os anos setenta, praticando aqueles laboratórios teatrais que evocavam a sombra de nossas personalidades para deleite de uma platéia de estudantes de psicologia ou de um diretor quase sádico.

Confusão em minha mente - de quando é esta película? É propositalmente retrô ou é distraidamente perdida no tempo e no espaço?

Contemplei uma fotografia excelente, cenário interessante, visão noturna da Lagoa e um acidente quase grave.
Tentei, porém não encontrei o manual de instruções. Que decepção...

E para piorar a situação, meu estômago reagiu quando ouvi os comentários alienantes e inconsequentes sobre as aventuras politicas dos pais dos que estava em cena. Não se trata com tanta vulgaridade as atividades daqueles jovens que lutaram e se arriscaram por um Brasil melhor.
Fui movida à porta de saída imediatamente, lamentando o tempo perdido na sala do cinema.

Posteriormente, lendo a crítica pelos jornais virtuais entendi que entendi o filme, ahahahhaaa!
Ele não é para ser entendido, é para ser indagado, oh, céus!!!

Não é um filme. É realmente um laboratório!

No teatro deu certo, é natural. Mas no cineeeeema, quanta bobagem, me desculpem os colegas.

As explicações da diretora são todas dadas em português contemporâneo, liguágem atualíssima que explica o velho e bom óbvio, sem novidade alguma! Aff....

Filme chato, antigo. Retrô sem charme, sem novidade alguma e com pretensão de descobridor da roda, da pólvora, do avião...
Um porre, um bode, um rebote, sem rumo nem prumo, sem razão.

Estava escrito - Comédia -
Comédia?!!! Pra quem?!
Era pra dar risada, de quem?
Heheheheeeee...valeu, mas tenho coisa melhor pra fazer...
Parafraseando Patrícia Godói -" Hellooow, me bate um abacate!"

28.5.11

A Voz da Linha...


All rights reserved

Ontem li a crônica " Pedestrianismo", publicada em 23/5/2011, escrita pelo jornalista de Mattews Shrts, no Estadão.
Entre reflexões sobre as vantagens de não se utilizar veículos particulares, Mattews da um destaque a voz da locutora que anuncia a próxima Estação.
Você já andou nesta nova linha de Metrô? Já curtiu também a voz da locutora?
Mattews achou a voz sexy...Hum. Eu adorei isso! E olhe que tentei ser o mais "branca" possível, pois este trabalho não permite inflexão.
Quer ouvir? Vá passear de Metrô. Mas só na Linha Amarela, ok?
Depois você me conta o que achou...
Ah, não esqueça de ler a matéria do Mattews
(http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20110523/not_imp722706,0.php)

21.5.11

Espelhos do tempo....


All rights reserved

Neste painel de fotos começo com sete anos...Vou para os vinte...Vinte e oito...Pulo para os trinta e tantos...Passo dos quarenta e meio...Cinquenta e poucos...Cinquenta e tantos.
Chego aos sessenta e um com a mesma disposição para o trabalho, porque voz e criatividade só melhoram com a prática diária de nosso oficio. Coisas que só o tempo pode fazer por nós!
De onde se conclui que estou ótima, melhor do que nunca, rsrssss!

Nasci rica, adolesci pobre, ascendi economicamente,atingi um padrão ideal financeiro e empobreci novamente. Porém, é provável que eu morra muito rica, como está escrito -MAKTUBE!
Hoje sou milionária, rsrsss...
Dinheiro não paga nem compra tudo o que experimentei e conheci nestes afortunados anos de existência. As riquezas interiores são pessoais e intransferíveis, não se pode herdar ou doar...Posso, quando muito, mostrar. Mas nem todos os olhos conseguem enxergar.
Ainda há muito a fazer, ainda há muito texto para gravar, ainda há muitas ideias a realizar, muitas metas a atingir.
Minha partida do planeta está prevista para 2060 aproximadamente.
Até lá, vamos trabalhar que a vida requer movimento!

11.4.11

Olhares e focos.



All rights reserved

Tenho o olhar na vida de que somos responsáveis pela renda que tecemos ( OU SERIAM AS MOIRAS?). Algumas vezes perdemos o ponto, geramos uns nós, o fio se enrosca, mas da pequena toalha à grande colcha, nosso croché é tecido com um único fio, aquele que estava em novelo e que nós o escolhemos para tecer...Não importa onde fomos parar, quantos pontos inventamos,criamos, erramos, perdemos a conta das voltas...o fio é a nossa essência, matéria prima e matriz de nossa história.
Não trabalho pra ganhar dinheiro. Ganho dinheiro com aquilo que Sou!

CONTRATADA DAS LOJAS SEARS COMO MODELO MIRIM PARA DESFILAR EM TODOS OS EVENTOS PROMOVIDOS PELO MEGA MAGAZINE - FOTO DE 1957

2.3.11

Minha vida no Facebook



All rights reserved

Tem dias que aquele Facebook da uma nostalgia e uma visão quase  aterradora da minha vida tão saborosamente vivida!
Parece que se passaram uns mil anos desde que aqui nasci...

Mudei nome, apelidos, residência...Houve um tempo que cometi nove mudanças de endereços no espaço de oito anos.
De uma casa a outra, de um estado a outro , de um  país a outro. E  me pergunto se não fui de um planeta a outro, também!

Aos trinta anos eu repetia que a vida não me devia mais nada, que estava pronta pra morrer. O que eu não sabia é que era eu quem devia para vida.
Por tanto, não morri! Vivi,e ainda vivo  por mais trinta longos anos depois daqueles tempos.
Atualmente, bem menos movimentados, fisicamente!
Porém mais intensos emocionalmente.

Tenho vocação para mergulhos profundos... De águas caudalosas a bancos de areia, não rejeito nem terrenos rochosos!
É quase uma mania, uma dinâmica que funciona feito um rabo de sereia...

Outro hábito é o de me isolar pra fugir de mim mesma. Ou das minhas emoções ou fascinações, desejos, lampejos, recordações.
Daqui do meu canto, quieta e silenciosa, me vejo repassando boa parte da minha história.

Ali no Facebook  tem pessoas que me conhecem, e outras pessoas que conheci...
Muitos são amigos de outras tantas pessoas que me reconhecem, ou me conhecem. Ou que conhecem gente que conheço ou esqueci. Também  tem até parentes de quem me conhece, de alguém que me reconhece, e pessoas que conhecem outras que me conheceram, e outras que eu reconheci.

E assim, de alguma forma, ainda que por tabela, lá estão todas as pessoas que conheço, gente que convivi, ou trabalhei, ou namorei, ou amei, admirei, fui amiga, gente com quem  me diverti,  gente que esqueci, gente que retornei amizade, gente que  me fez sorrir, gente que  briguei ou  me decepcionei. Gente que  me enamorei ou até me perdi!
São tantas as borbulhantes lembranças e sentimentos revirados que parecem flechas vindas de muitos arcos.

Aff...há noites que mais me maltrato do que ouço fados...

12.2.11

Reflexões - do pensar ao sentir.



All rights reserved

Voltar a terra natal depois de longa ausência...
Nada no Universo é mais dramaticamente circular do que os caminho da Vida.
Ouroboros de todos os tamanhos se misturam.
Macro e Micro formam um só corpo energético.
Karmas e Dharmas unidos imitam os pássaros que acasalam em vôo.
Um minueto que nada pode interromper.
Como partículas de mercúrio separadas, a grande gota compassadamente se restaura, se transforma, se reforma e revela sua forma.


Nunca nos perderemos daquilo a que verdadeiramente pertencemos.
Seja no laço, seja no abraço!

15.12.10

CLUBE DA VOZ



All rights reserved


Aí estamos quase todos...


O Clube é mais do que uma associação de profissionais.
O Clube é a realização de um sonhador, daqueles que sonham e fazem acontecer...
O Clube é o exemplo vivo de que é possível unir profissionais independentes, sem gerar competições internas.
O Clube é uma irmandade que se mantém desde sua criação e mostra a todos os profissionais de voz que é possível trabalhar com ética e respeito.
A locução a serviço da propaganda no Brasil tem um divisor de águas em sua história -O Clube da Voz.


Com vocês... os melhores sorrisos dos melhores e mais competentes locutores do mercado publicitários brasileiro!